quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Advogado nada Esperto



O jovem advogado, recém-formado, montou um luxuoso escritório num prédio de alto padrão na Avenida Paulista e botou na porta uma placa dourada: - Dr. Antônio Sampaio Soares - Especialista em Direito Tributário

No 1º dia de trabalho, chegou bem cedo, vestindo o seu melhor terno, sentou-se atrás de sua escrivaninha, e ficou aguardando o primeiro cliente.

Meia hora depois batem à porta.

Ele, sorridente, pede para a pessoa entrar e sentar-se.

Rapidamente, apanha o telefone do gancho e, para 'fazer grau', começa a simular uma conversa: - Mas é claro, Sr. Mendonça, pode ficar tranqüilo!

Esta causa está ganha.

Liquidamos com os nossos argumentos!

O juiz já deu parecer favorável!...

- Sei, sei...

Como?

Ah, os meus honorários?

Não se preocupe!

O senhor pode pagar os outros 50 mil na semana que vem!...

É claro!...

O que é isso, sem problemas!...

O senhor me dá licença agora que eu tenho um outro cliente aguardando...

Obrigado....

Um abraço!

Bate o fone no gancho com força e diz: - Muito bem. E o que o senhor deseja?

- Eu vim instalar o telefone.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Como Dantes



Sentados no gramado do jardim, o casal de velhinhos resolve reviver o passado.

A velha levanta a saia e o velho enfia a cabeça no meio das pernas dela.

Pouco depois, ela reclama:

- Querido, tire os óculos! Eles estão machucando as minhas coxas!E no minuto seguinte:

- Querido, põe os óculos! Você está chupando a grama!

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Furtos no carro

bêbado
Depois de uma longa noite tomando todas, dois bêbados entram num carro para ir para casa e um deles começa a gritar:

-Fomos roubados! Depenaram o nosso carro!

-Nossa... É mesmo! – concorda o amigo
- Roubaram o som, o volante... Até o painel!

-Roubaram tudo!

-Socorro, políciaaaaaaaaa!

Um guarda noturno que passava pelo local vê o escândalo e vai falar com eles:

-Ei, vocês dois! Porque não param de gritar e sentam no banco da frente?

RECEITA MÉDICA



Um jovem médico, viajando de carro, percebeu que estava ficando sem combustível.Entrou num vilarejo e dirigiu-se a um posto de gasolina para abastecer o carro. Não viu uma viva alma no posto e, apesar de buzinar várias vezes, ninguém vinha atendê-lo.

Finalmente apareceu um rapazinho que lhe disse:

- Não adianta buzinar, porque o posto está fechado; a filha do dono morreu ontem e todos estão no velório.

O jovem médico pensa uns segundos e chega à seguinte conclusão:

- Se não posso prosseguir e não sei a que horas irão retornar, vou até ao velório também, já que não posso fazer mais nada. Lá chegando, aproxima-se do caixão por mera curiosidade, e de repente, observa algo extremamente raro. Chama o pai da 'falecida' e diz-lhe:

- Olhe, sou médico, a sua filha não está morta, está em estado catatônico; parece morta, mas está viva!

O pai, nervosíssimo, pergunta:

- O Sr. pode fazer alguma coisa?

O jovem médico, explica-lhe que há uma possibilidade, embora remota, de trazê-la à vida.

Para isso, teriam que submetê-la a uma sensação muito forte.

Pergunta então ao pai: - A sua filha tinha namorado?

Embora estranhando a pergunta, o pai respondeu sim, e que ele se encontrava presente. Bem, disse o jovem médico, então tirem o corpo do caixão, levem-no para uma cama junto com o namorado e deixem que eles façam sexo.

Ainda que com algumas reservas, o pai dá ordens para que seja feito tudo o que o doutor disse, mas pede para que ele fique, a fim de comprovar o 'resultado'.

Passadas quatro horas abre-se a porta do quarto e, como por um milagre, a moça aparece vivinha da silva!

Foi uma grande alegria para todos, que logo programam uma festa e convidam o jovem doutor.

Este se desculpa, alegando que tem de ir visitar um familiar que se encontra doente, mas promete passar pela aldeia na viagem de regresso.

Tanque cheio, o médico prossegue sua viagem. Passados 15 dias ele regressa e decide cumprir o que pro metera: passar pela aldeia para ver como estava a jovem ex-defunta.

Ao chegar ao posto, avista o mesmo rapaz, que desta vez esta ali tomando conta do negócio.

Assim que reconhece o doutor, o rapaz corre desesperado ao seu encontro e lhe diz:

Graças a Deus que o senhor voltou! Não sabíamos como encontrá-lo e estávamos a sua espera!

O Sr. Jovelino, pai da menina que o senhor salvou, morreu há 10 dias!

Metade do vilarejo já comeu o ** do velho, mas...nada do homem ressuscitar!

MORAL DA ESTÓRIA:

O MESMO MEDICAMENTO NÃO SERVE PARA TODOS!

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

VELHINHA CARENTE



Um rapaz estava na beira de um lago segurando sua vara de pesca quando uma velhinha de cadeira de rodas se aproxima e diz.

- Meu rapazinho, há trinta anos freqüento este local e até agora ninguém me deu um beijo.

O rapaz coloca a vara de pescar no chão, vai até a velhinha e a beija carinhosamente no rosto.Duas semanas depois, no mesmo lago, o mesmo rapaz pescando, aproxima-se dele a mesma velhinha na mesma cadeira de rodas e fala:

- Meu rapazinho, há trinta anos freqüento este local e até agora nunca recebi um carinho de alguém.

O rapaz coloca a vara de pescar no chão, vai até a velhinha e a abraça com delicadeza. Três semanas mais tarde, no mesmo lago, o mesmo rapaz pescando, a mesma velhinha na mesma cadeira de rodas, aproxima-se dele e diz:

- Meu rapazinho, há 30 anos freqüento este local e até agora desculpe-me a palavra feia, ninguém nunca quis me foder.

O rapaz então coloca a vara de pescar no chão, vai até a velhinha, pega-a no colo e a coloca suavemente sobre a relva. Em seguida, pega a cadeira de rodas e a joga no meio do lago, dizendo:

- Pronto, agora a senhora tá fudida!